Dicas de Turismo, noticias

As melhores dicas do Estado Espirito Santo para os aventureiros

Fabio Bronzatti (59).jpg
Foto: Divulgação

O estado Espirito Santo oferece várias opções para a prática de esportes radicais. A temperatura amena facilita a prática desse esporte em terras capixabas, como o voo livre em rampas naturais, esporte náutico, rafting (descida em corredeiras em equipe utilizando botes infláveis) e montanhismo. Segue as dicas:

Desafiando a Gravidade

As inúmeras cachoeiras do Estado são muito procuradas para a prática de rapel, proporcionando ao aventureiro contato com a natureza, belas paisagens e o frescor das águas. A Cachoeira Alta, em Cachoeiro de Itapemirim, tem uma queda de 90 metros e encanta os corajosos.

Como chegar: saindo de Cachoeiro pegar a ES 482 que leva até Jerônimo Monteiro, depois seguir pela ES 166. No km 6 estará a entrada para a comunidade de São Vicente. São 15 km da ES 166 até São Vicente.

Outra cachoeira exuberante para a prática deste esporte é a Cachoeira Vovó Lucia, em Alfredo Chaves. Com duas quedas d’agua, o viajante pode se aventurar em 60 metros de descida.

Como chegar: vá pela BR 101, em seguida pela ES 146 até Alfredo Chaves. Depois seguir para a localidade de Ibitirui, 16 km da sede de Alfredo Chaves.

Morro do Moreno: tem descida de 50 metros é recomendada para quem nunca fez rapel. A descida, que é tranquila, proporciona uma paisagem espetacular que inclui vários pontos turísticos da Grande Vitória, como o Convento da Penha, a Terceira Ponte, o Mestre Álvaro e a Baía de Vitória.

Como chegar: o acesso é feito pela Rua Desembargador Augusto Botelho (Rua de retorno para o Centro de Vila Velha). Entra na João Joaquim da Mota e siga reto até o final. À direita, entre na Rua Xavantes. Subida a pé, ou carro 4×4.

No Sul do Espírito Santo, outro ponto turístico famoso é a pedra do Frade e a Freira, em Itapemirim. Ideal para os mais corajosos.

Como chegar: acesso no Km 400, da BR 101 Sul.

O município de Pancas também é um destino apropriado para quem busca aventura, localizado na região turística Doce Pontões Capixabas, no noroeste do Estado, com suas formações rochosas irregulares, propicia a prática de rapel, montanhismo e outros esportes de aventura. Também em Pancas, encontra-se a Rampa de Voo Livre “Clementino Izoton”. Considerada uma das melhores rampas para a prática da modalidade no País.

Como chegar: saindo da cidade de Colatina, seguir pela Rodovia do Café (ES 341) até a cidade de Pancas, em direção ao distrito de Alto Mutum, 14 km depois. Acesso preferencialmente de carro, mas existe a possibilidade de chegar a pé, entretanto, não se recomenda devido à dificuldade.

Adrenalina no ar

alfredo chaves_parapente_2_sagrilo.JPG
Foto: Rampa Alfredo  Chaves/ Divulgação

Considerada uma das melhores rampas de voo livre do mundo, com 902 metros de altitude, a Rampa de Ubá fica a 28 km de Castelo, município no sul do Estado, e atrai esportistas do mundo todo em busca de novos desafios.

Como chegar: saindo de Vitória pela BR 262, na altura de Venda Nova do Imigrante seguir pela ES 166. Em Castelo, pegar a Estrada de Prata. Já a 9 km de Alfredo Chaves, no Distrito de Cachoeira Alta, se localiza outra rampa de voo livre, imponente pelos seus 450 metros de altitude e natureza exuberante.

Como chegar: saindo de Vitória pela BR 101, a entrada para o Distrito se localiza a 3 km do Centro da cidade na BR-101, sentido Vitória. Pegue a estrada de chão à esquerda, e siga sinalização que lhe guiará ao destino. Em Baixo Guandu está a Rampa do Manjolo, com 720 metros de altitude. O pico é ideal para voos simultâneos.

Como chegar: saindo de Vitória, seguir pela BR 101 Norte, na altura de João Neiva pegar a BR 259 em direção a Minas Gerais.  A rampa fica a 20 km do município. Pegue a saída da cidade de Baixo Guandu sentido Itaguaçu, sendo que a partir do trevo de acesso serão 12 km de asfalto entrando na bifurcação no ponto de ônibus e seguindo mais 8 km de terra. O acesso à rampa é sinalizado com placas.

Em meio ao verde

No Sul do Estado, encontramos um dos grandes patrimônios naturais do Brasil: o Parque Nacional do Caparaó, que abriga o Pico da Bandeira, terceiro mais alto do país, com 2.890m de altitude. A portaria oficial do parque está situada no município de Dores do Rio Preto. No parque o trekking é umas das atividades mais realizadas pelos amantes de aventuras. Como chegar: siga pela BR 262 em direção a Minas Gerais.

Frescor das águas

Nas montanhas capixabas o rafting  e o bóia-cross dominam as águas do Rio Jucu. As saídas são feitas na cidade de Domingos Martins.

Como chegar: siga pela BR-262 sentido Minas Gerais, o ponto de encontro para os passeios é no km 33, em Santa Isabel.

Anúncios

1 thought on “As melhores dicas do Estado Espirito Santo para os aventureiros”

  1. O estado do Espírito Santo possui uma gama de lugares espetaculares! Quando vierem aqui e quiserem se juntar a nós, temos um Grupo que é voltado para práticas de Aventuras e Trilhas com o objetivo de nos reunirmos para trocar experiências e nos organizarmos para Eventos, não só na cidade de Vitória, mas dentro e fora do Estado do Espírito Santo.

    “A CADA NOVA TRILHA, UMA NOVA HISTÓRIA ESCRITA…”

    Um abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s